real estate menu left
real estate menu right

PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 328
PiorMelhor 
Seg, 14 de Maio de 2012 15:49

GERAL

QUEM SOMOS

        A POLITÉCNICA, inicialmente designada ISPU (Instituto Superior Politécnico e Universitário), é uma instituição vocacionada para três grandes domínios de investigação, nomeadamente: Ciências Empresariais, Ciências Sociais, Ciências Humanas e Tecnologias;

A sua acção processa-se através de um conjunto diversificado de actividades, com permanente sentido de interdependência entre ensino/formação, investigação e prestação de serviços à comunidade.


MISSÃO

      A POLITÉCNICA tem como missão, contribuir para a elevação do nível educacional, técnico científico e cultural dos moçambicanos, perseguindo os mais altos padrões de qualidade do ensino ministrado aos seus estudantes e da formação dos seus docentes e investigadores, perspectivando uma abordagem teórico-prática e profissionalizante das matérias.


OBJECTIVOS

    A POLITÉCNICA tem como objectivo reforçar o sentimento patriótico; intervir criticamente na análise e debate de questões de interesse público, a nível nacional e internacional; e contribuir para a eliminação das assimetrias no desenvolvimento nacional, nomeadamente, através da promoção do acesso dos cidadãos ao ensino e à formação.


 VALORES

 Os valores fundamentais pelos quais se rege A POLITÉCNICA são o Humanismo, Rigor e Profissionalismo.


 

Certificações por Instituições Internacionais


   A POLITÉCNICA reconhece a importância da qualidade de ensino. Nesse contexto, temos parecerias com universidades brasileiras, portuguesas, espanholas, britânicas, sul-africanas, etc. Os cursos oferecidos pel’ A POLITÉCNICA têm a mesma equivalência que cursos oferecidos por alguns dos nossos parceiros, o que permite que transferências entre os parceiros sejam feitas sem que re-examinações sejam necessárias. Estas parcerias permitem que, no futuro, os nossos alunos tenham acesso a qualquer universidade do mundo.


 

Estratégias Futuras


  • Oferecer uma experiência de aprendizagem avançada, com padrões internacionais de qualidade, em que a pesquisa ocupe um lugar central e estruturante;
  •  Produzir investigação científica e tecnológica de qualidade em todas as áreas estrategicamente identificadas;
  • Desenvolver intercâmbio interno, regional e internacional, de modo a assegurar produção científica e tecnológica de excelência;
  • Realizar parcerias estrategicamente sólidas com o mercado de trabalho, entidades governamentais e não-governamentais, de modo a garantir um espaço real de demanda, transferência e de aplicação do conhecimento científico e tecnológico.
  •  Investir consistentemente na criação, apetrechamento e desenvolvimento de infra-estruturas e equipamento adequados à pesquisa científica e tecnológica de qualidade.

 

Dando corpo a todo o crescimento que A POLITÉCNICA, em termos de conteúdo, já possuía, tornava-se necessário também criar infra-estruturas físicas, apetrechadas dos equipamentos indispensáveis à prossecução dos seus objectivos.

 

Assim, no âmbito dos seus projectos de expansão, A POLITÉCNICA fez investimentos de grande vulto não só em Maputo como em Quelimane, Nampula e Tete, construindo instalações próprias e alugando espaços.


Inaugurado em Abril de 2003 e localizado no centro da cidade de Maputo, o Campus Universitário d’ A POLITÉCNICA, em Maputo, possui, , edificações com três pisos, dois blocos escolares e um bloco central, onde estão localizados um pátio amplo para actividades culturais e de lazer, os Serviços Administrativos, a Biblioteca Central da Instituição, com uma Sala de Leitura, o Anfiteatro, uma Agência Bancária com um serviço de Caixa Automática do BCI Fomento, um Centro Social com serviços de lanchonete/bar e os serviços de Internet (ISPUNET).

 

Os dois blocos escolares do Campus Universitário possuem um total de 58 salas (29 por bloco), um Auditório para 100 pessoas sentadas, quatro Laboratórios de Informática, um Laboratório para práticas de Engenharia, uma Sala para Desenho de Arquitectura e um Laboratório de Psicologia e tem uma capacidade para acolher 1.500 estudantes em cada turno, o que aponta para cerca de 6.000 estudantes em dois turnos de funcionamento nas Escolas Superiores.

 

O Anfiteatro da instituição tem capacidade para cerca de 360 pessoas sentadas, possuindo todos os meios de mobiliário adequado, equipamento diverso, incluindo o audio-visual, para além de salas e guichets de recepção, para albergar um serviço de conferências com toda a comodidade e eficiência.

 

Em toda a área de construção, o Campus Universitário possui uma cave com um parque de estacionamento para cerca de 200 viaturas, equipada de sistemas de controlo de acesso e de segurança electrónica. Neste momento está em andamento a 2ª fase do projecto de construção das instalações d’ A POLITÉCNICA, tendo sido construído no terreno contíguo, um Centro Recreativo de Estudantes, atrás da Reitoria, entretanto construída.

 

Estão, neste momento, em fase de conclusão o edifício que albergará a Biblioteca Cenral d’ A POLITÉCNICA, as instalações da ESAEN – Escola Superior de Altos Estudos e Negócios – e o Pavilhão Desportivo do Clube de Desportos d’ A POLITÉCNICA.


 A POLITÉCNICA está localizada em cinco províncias do País, e tem a sua sede em Maputo e unidades nas províncias da Zambézia, Nampula,

Tete e Gaza.


 Reitoria

A Reitoria d’ A POLITÉCNICA está instalada na Av. Paulo Samuel Kankhomba, nº 1011, em Maputo, ao lado do Campus Universitário.


Direcção Académica

A Direcção Académica (DA) constitui a unidade complementar transversal a toda a Universidade, tendo por função a preservação e actualização do percurso académico dos estudantes da Instituição, bem como a organização do início, interrupção e fim das actividades académicas em cada ano lectivo.


A Direcção Académica tem como Objectivos:

  • Assegurar o lançamento e registo dos dados que constituem o histórico de cada estudante;
  • Propor ao Conselho de Reitoria o calendário das actividades académicas em cada semestre;
  • Organizar as cerimónias solenes, nomeadamente, as de graduação e de atribuição de títulos honoríficos;
  • Promover a boa imagem da Universidade entre os estudantes e os candidatos;
  • Estabelecer, em articulação com as unidades orgânicas, o número de vagas para o ingresso, bem como o número de inscrições nos semestres que não são de ingresso;

 Direcção Executiva


A Direcção Executiva constitui a unidade complementar transversal a toda a universidade, tendo por função assegurar a gestão dos sectores de finanças, logística, relações públicas e cooperação, que permita o desenvolvimento das actividades científico-pedagógicas, de extensão, técnicas, administrativas, culturais e desportivas.

A Direcção Executiva tem como objectivos:

  • Assegurar a gestão diária dos meios humanos, financeiros, materiais e logísticos que permitam à direcção cumprir a sua função;
  • Promover a preservação e valorização do património, infra-estruturas e equipamento;
  • Promover a boa imagem da Universidade, dentro e fora do país;
  • Mobilizar os meios humanos, financeiros e materiais necessários ao desenvolvimento das actividades de toda a Universidade.

Esta direcção é composta pelos seguintes departamentos:

  • Departamento de Gestão Administrativa e Financeira (DPGAF) e
  • Departamento de Informação Relações Públicas e Imagem (DIRPI).
 

Visitas ao Site

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje:266
mod_vvisit_counterOntem:834
mod_vvisit_counterEsta Semana:4143
mod_vvisit_counterSemana Passada:4768
mod_vvisit_counterEste Mês:7511
mod_vvisit_counterMês Passado:20403
mod_vvisit_counterTotal:511522



(c) Todos Direitos Reservados 2012-2013. Universidade Politecnica .