O Instituto Superior de Humanidades, Ciências e Tecnologias (ISHCT), graduou 179 estudantes

3-07-2021

O Instituto Superior de Humanidades, Ciências e Tecnologias (ISHCT), uma unidade orgânica da Universidade Politécnica, graduou, sábado, 03 de Julho, na cidade de Quelimane, província da Zambézia, 179 estudantes, dos quais 80 são mulheres e 99 homens.

Trata-se da XV cerimónia de graduação do ISHCT, que lançou para o mercado do emprego profissionais formados nos cursos de Administração e Gestão de Empresas, Ciências da Comunicação, Ciências Jurídicas, Contabilidade e Auditoria, Informática de Gestão, Engenharia Civil, Engenharia Eléctrica, Psicologia Clínica e de Aconselhamento, Enfermagem, Gestão de Empresas, Administração Pública, Ciências da Educação e Gestão dos Recursos Humanos.

O reitor da Universidade Politécnica, Narciso Matos explicou que a cerimónia é revestida de singular significado, pelo facto de realizar-se num ano académico caracterizado por muitos desafios, com particular ênfase, para a pandemia da Covid-19, que impôs várias paragens ao processo de ensino e aprendizagem e por outro lado, a guerra, na zona centro e norte do país.

 

“Parabéns por terminarem as vossas licenciaturas. Votos de que o ISHCT vos tenha preparado para uma vida de sucesso pessoal, familiar e social. Não parem nunca de aprender, porque o mundo está em constante mudança. Sejam embaixadores da Universidade Politécnica. Parabéns pelo apoio que deram aos vossos entes queridos. Caros docentes, CTA, direcção do ISHCT muito obrigado pela dedicação e perseverança, principalmente nestes anos de pandemia e de guerra. A Politécnica existe e tem bom nome por causa do vosso trabalho. Muito obrigado aos parceiros que permitiram estágios, concederam bolsas de estudo e pela comparticipação no processo da vossa formação”, parabenizou Narciso Matos.

Por sua vez, Pio Matos, governador da província da Zambézia, enalteceu o papel preponderante da Universidade Politécnica, na formação de estudantes durante os 23 anos de crescimento e realização, num momento em que o subsistema de ensino superior é marcado por múltiplos desafios.

“Acabamos de testemunhar a cerimónia de entrega de certificados aos 179 graduados. São cursos diversificados e importantes para o panorama do desenvolvimento da nossa província, pelo que saudamos a direcção da universidade pela escolha dos cursos e também aos estudantes, considerando que a adesão aos cursos, tem a ver com a respectiva demanda”, referiu Pio Matos.

O presidente do Conselho Autárquico da cidade de Quelimane, Manuel de Araújo, disse na ocasião, ser importante que os estudantes graduados contribuam para o desenvolvimento do país e que sejam a bússola para esse fim, particularmente nestes momentos difíceis provocados pela pandemia da Covid-19.

“Não pegueis estes graus e guardeis nas gavetas. A sociedade clama pelo vosso saber, pelo vosso conhecimento e pela vossa iluminação. Esta universidade desempenhou um papel importante porque foi a primeira a travar o êxodo de cidadãos desta província para outras cidades”, concluiu Manuel de Araújo.

Importa referir que o ISHCT graduou, em 2021, 179 profissionais, dos quais 80 mulheres e 99 homens. Em 2018 graduou 114, dos quais 69 mulheres e 45 homens. De 2001 até 2012, registou 665 bacharéis, prevendo licenciar 1004 estudantes para totalizar uma meta de 1219 estudantes licenciados pela ISHCT, no presente ano.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on email
Share on print