Relatório do baptismo de caloiros da Universidade Politécnica

Realizado na Universidade Politécnica na cidade de Maputo

Realizado a 10/05/2017

02 de Junho de 2017

Pretende-se explorar as actividades realizadas para o baptismo de caloiros

Um grupo de estudantes da Universidade Politécnica delegação de Maputo do curso ciências da comunicação do quinto e terceiro semestre em representação da Associação de Estudantes da Universidade Politécnica, se uniu para dar boas vindas aos novos estudantes tendo o efeito a realização do baptismo de caloiros visto que este evento simboliza a entrada dos estudantes a universidade.

Este grupo de estudantes é composto por Natércia Mabombo, Osvaldo Júlio, Ildo Manjate, Inola Fumo e Lília Osvalda, no início ficamos com receio e sentimos muita responsabilidade porque era a primeira vez que trabalhávamos juntos para este evento e tivemos que nos organizar em um curto espaço de tempo de nove dias. Primeiro contactamos os nossos colegas que já tinham passado por esta experiencia para troca de ideias como Stela presidente da Associação de Estudantes da Universidade Politécnica (AEUPO) e Laura estudante da Politécnica que nos foram muito úteis e satisfatória.

Foto: Comissão em representação da AEUPO

Tivemos contacto com a Paula Lobo Directora Académica da Universidade Politécnica, que através dela entregamos a lista das necessidades com as respectivas cotações como sacos, camisetes, tintas, água, balões, pó, marcadores, sistema de som, baldes, mangueira, para a realização do baptismo, ao longo do tempo interagimos também com a Sandra Noronha, Mateus Simbine que foram os nossos braços direito e com especial atenção da Sandra Brito Directora da ESGCT que tudo fez para realização do evento.

Para um bom ambiente de trabalho tivemos que definir as tarefas e nomear os representantes, e desenhar o programa para o dia de baptismo. Começa-mos por procurar patrocínios que no caso foi água da Namaacha e Danilo o responsável pela cantina na universidade, o convidado especial foram os músicos Dom Wilson como mestre-de-cerimonia, Youngg Ricardo e Cláudio Ismael, salientar que este último músico não se fez presente por motivos de força maior. Queria lembrar que os nossos convidados aceitaram fazer a festa connosco a custo zero.

A poucos dias do baptismo tivemos que informar os conselheiros de cursos para que passassem a mensagem aos docentes, para que no dia liberassem os estudantes para participar do baptismo quando chegasse a hora definida. O contacto com os conselheiros foi positivo mostraram-se abertos em difundir a mensagem, ficaram satisfeito pela iniciativa do grupo de estudantes e pelo evento que parecia não existir.

Chegado o dia do baptismo estávamos muito ansiosos e felizes pelo evento, tivemos que esconder por alguns instantes, os nossos rostos alegres, para não estragar a surpresa aos nossos colegas. A sala d’AEUPO foi o nosso quartel e refugio, todo nosso material e decisões eram tomadas no quartel, porque o evento corria em segredo, mas ouve fuga de informação e os estudantes começaram a se agitar e alguns a sair do recinto universitário, após isso tivemos que acalmar os ânimos porque os guardas tinham fechado o portão impossibilitando a entrada e saída dos estudantes, a Natércia Mabombo e Osvaldo Júlio foram quem convenceram os guardas a deixar o livre acesso a instituição porque o nosso lema foi “a participação no baptismo é de livre e espontânea vontade.” Depois disso demos ordens para recolher os estudantes das salas para pátio não se esquecendo do nosso lema, e no pátio estava uma equipa a fazer a distribuição das camisetes aos caloiros e organizando o local.

A prova do nosso lema foi que minutos antes de começarmos com o programa, apareciam mais caloiros tendo em conta que as camisetes já tinham esgotados, tivemos que aplicar uma nova estratégia que foi de alguns veteranos sacrificarem as suas camisetes para dar aos caloiros para que participem na festa. Infelizmente nem todos caloiros participaram mas eles demostraram vontade e isso nós deixou muito satisfeito em ver o pátio lotado e os caloiros felizes.

Foto: Distribuição das camisetes aos caloiros

O juramento dos caloiros começou as nove horas e de seguida foi o baptismo que foi o ponto mais alto do evento, foi um espetáculo de cinco estrela fizemos a nossa recepção aos caloiros e dando as boas vindas como manda a casa, e os caloiros ficaram todos coloridos de felicidades.

Foto: Baptismo de caloiros

Depois do baptismo demos continuidade a nossa festa passando para as brincadeiras que os caloiros mostraram que são excelentes dançarinos, houve muita dança, animação e desafio entre homens e mulheres tendo levando melhor os homens mas a vitória foi dos caloiros, o nosso mestre-de cerimonia Dom Wilson fez um excelente trabalho levou o publico ao delírio e young Ricardo fechou o evento com a sua belíssima actuação. Durante o evento tivemos a presença de diferentes figuras da universidade como estudantes, docentes, funcionários e em especial da Directora da ESGCT Sandra Brito ainda que de forma discreta e Directora Académica Paula Lobo que conversou com os caloiros.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on email
Share on print