Assinatura do memorandoEnsino técnico-profissional e desporto: Universidade Politécnica e BCI reforçam parceria

 
 

A Universidade Politécnica e o Banco Comercial e de Investimentos assinaram, na quinta-feira, 21 de Novembro, um memorando de entendimento e protocolo de parceria e cooperação, o memorando que prevê a atribuição, por parte do banco, de seis bolsas de estudo a igual número de estudantes beneficiários do REPTO-IMEP, um programa de reforma do ensino técnico-profissional sem fins lucrativos desenvolvido no Instituto Médio Politécnico - IMEP em Tete e Nampula, sob tutela da Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação – FUNDE.
O Protocolo de Parceria e Cooperação assinado na mesma ocasião, que prevê a continuidade do apoio em equipamento e material desportivo às equipas da Universidade Politécnica, concretamente nas modalidades de futebol, basquetebol, voleibol e atletismo.


Intervindo no evento, a Pró-Reitora para Pós-Graduação, Investigação Científica, Extensão Universitária e Cooperação, Profª. Doutora Rosânia da Silva, destacou a importância dos acordos assinados, que vão, por um lado, promover e dinamizar a prática desportiva no seio dos estudantes, e, por outro, dar a oportunidade de acesso à educação técnico-profissional a jovens desfavorecidos.
“É um acordo que vai apoiar jovens sem condições financeiras para aceder a este tipo de ensino com meios próprios. A partir de hoje, estes estudantes terão acesso a uma educação de qualidade e, por via disso, ao mercado de emprego”, disse a Profª. Rosânia da Silva.
Por seu turno, o administrador do BCI, o Dr. Luís Aguiar, sublinhou que este acordo é o corolário da relação que o banco mantém com a Universidade Politécnica. “É uma universidade que muito respeitamos, bem como o trabalho que tem feito. É uma responsabilidade que assumimos todos os dias de servir melhor os estudantes, o corpo docente e todos que aqui trabalham”, afirmou o Dr. Luís Aguiar.