Acto de assinatura do memorandoAssinatura de memorando entre a Universidade Politécnica e a BDQ Mobile

para o fornecimento de Tablets aos estudantes da Instituto Superior Aberto (ISA)

 
 

A Universidade Politécnica e a BDQ Mobile assinaram, sábado, 07 de Março, em Maputo, um memorando de entendimento, que tem por objecto o fornecimento de Tablets aos estudantes da Instituto Superior Aberta (ISA), uma unidade orgânica da universidade, a preços bonificados.
O acordo, segundo o Prof. Doutor Narciso Matos, Reitor da Universidade Politécnica, que falava à margem da cerimónia de abertura do ano lectivo 2020 da ESA, preconiza que o fornecimento dos referidos aparelhos (Tablets) seja efectuado aos estudantes de todas as delegações em Moçambique.


“Nós chegamos a este acordo que acabamos de assinar, que permite que se vocês (estudantes) quiserem podem ao pagar a primeira propina, obter o Tablet com garantia e seguro. O equipamento será entregue ao estudante com os conteúdos académicos já incorporados. Estou muito grato ao Engenheiro Belmiro Quive”, referiu Narciso Matos.
Por sua vez, o Engenheiro Belmiro Quive, Director executivo da BDQ disse que o memorando enquadra-se no plano estratégico que é oferecer soluções de produtos na área da comunicação. Para os estudantes da Universidade Politécnica o dispositivo estará personalizado para facilitar o processo de aprendizagem e desenvolvimento do curso.
“Este tablet terá conteúdos de bibliografia recomendada para além de informação geral. Nós desenhamos este produto pensando especificamente no segmento do ensino à distância. Estamos aqui para trazer soluções para os moçambicanos. É um orgulho voltar para esta universidade como parceiro e tudo faremos no sentido de desenvolvermos aplicativos com conteúdos da universidade”, garantiu o Eng.º Belmiro Quive.
A Directora da ESA, Mestre Rita Mbebe disse que no presente ano lectivo de 2020, a escola pretende proporcionar momentos de indução aos cursos, onde todos os novos estudantes e não só, terão a oportunidade de obter informações relativas ao modelo de ensino.
“A ESA abraçou um grande desafio que consiste na capacitação contínua dos estudantes e tutores em matéria de ensino à distância, bem como a flexibilização e melhoramento das infraestruturas tecnológicas, o que irá permitir que o estudante tenha acesso aos materiais de estudo online e offline incorporados num dispositivo electrónico que facilitará a comunicação” explicou a Mestre Rita Mbebe.
Importa referir que no presente ano lectivo a ESA vai oferecer seis cursos à distância, nomeadamente, Gestão de Empresas, Gestão de Recursos Humanos, Ciências Jurídicas, Administração Pública, Ciências da Educação e Ensino de História e Geografia.