DSC 2654Universidade Politécnica abre as portas aos finalistas do nível médio

 
 

Com vista a contribuir para uma escolha consciente das áreas de formação, a Universidade Politécnica abriu na quarta-feira, 30 de Outubro, as suas portas aos estudantes do nível médio (pré-universitário e técnico-profissional), aos quais apresentou os cursos que lecciona, bem como os perfis e as saídas profissionais dos graduados.
Trata-se de estudantes provenientes do Instituto Médio Politécnico (IMEP), Instituto Técnico de Moçambique (ITM), Escola Técnica Padre Prosperino Gallipoli (ETPPG-UGC), Escola Secundária da Machava-Sede, Escola Secundária das Acácias (ESDA) e Liceu Alvorada, que tiveram, igualmente, a oportunidade de conhecer as instalações da Universidade Politécnica e as actividades desenvolvidas nas áreas de pesquisa, investigação e extensão universitária.


Conforme explicou o Mestre Aurélio Ginja, membro da Comissão Organizadora, mais do que divulgar os cursos leccionados na instituição, a iniciativa, denominada “Dia Aberto”, tinha como objectivo estreitar o relacionamento com a comunidade.
Nesse sentido, “aproveitámos para mostrar os nossos centros de recursos, nomeadamente a biblioteca, o clube, o Centro de Apoio e Práticas Jurídicas (CAPJ), o Gabinete de Apoio Psicológico (GAP), o Centro Recreativo da Universidade Politécnica (CREISPU), bem como a Rádio Politécnica”.
Estas acções, acrescentou o Mestre Aurélio Ginja, ajudam a fortificar o relacionamento com a comunidade e a mostrar que a instituição não se dedica somente à transmissão do saber científico, mas também à promoção da postura ética e de cidadania, amor ao próximo, participação social, sentido crítico e pensamento autónomo, no seio dos estudantes.
Na ocasião, Filipe Daniel, aluno da 12ª classe na Escola Secundária da Machava-Sede, na autarquia da Matola, louvou a iniciativa da Universidade Politécnica, que lhe ajudou a seleccionar os possíveis cursos que pretende seguir.
“Ainda estou em dúvida, não sei se sigo engenharia civil ou psicologia. São áreas que me fascinam e às quais me tenho dedicado ultimamente. Através desta iniciativa pude limitar a minha escolha a estes dois cursos”, disse Filipe Daniel.
Por seu turno, Rute Mapulango, estudante de Contabilidade e Auditoria na Escola Técnica Padre Prosperino Gallipoli, referiu que a sua participação no “Dia Aberto” permitiu-lhe cristalizar a sua escolha.
“Pretendo continuar na área de Contabilidade e Auditoria. É uma boa iniciativa, que ajuda os finalistas do ensino médio a conhecer os cursos que a instituição lecciona”, sublinhou a estudante.