DSC 0153Universidade Politécnica reestrutura ESAEN e ESA

 
 

No âmbito da Reestruturação e Revisão Curricular em curso na Universidade Politécnica, foram empossados, na quarta-feira, 26 de Junho, em Maputo, quadros que passam a dirigir a Escola Superior de Altos Estudos e Negócios (ESAEN), Escola Superior Aberta (ESA), e o Centro de Recursos Informáticos e Laboratoriais (CRIL).
Trata-se de Prof.ª Irene Mendes, que assumiu o cargo de Directora da ESAEN, Mestre Rita Paula de Sousa Mbebe, que passa a dirigir a ESA, Engª. Josefa Francisco Chiau, Coordenadora de Centro de Recursos Informáticos e Laboratoriais (CRIL) e a Licª. Sawida Mussagy Machado indigitada para o cargo de Secretária Executiva e Académica da ESA.


Intervindo na cerimónia de empossamento, o Prof. Doutor Narciso Matos, Magnífico Reitor da Universidade Politécnica disse que a restruturação é a continuidade do processo da revisão curricular e tem por objectivo reforçar a direcção das várias unidades da universidade, apostando em quadros que já provaram em outras funções, que são dedicados à causa e que são capazes de elevar a qualidade em vários sectores.

Na ocasião o Reitor realçou as qualidades e competências das empossadas, tendo referido que “Irene Mendes carrega bastante experiência da casa, capaz de fazer crescer a ESAEN. No caso da ESA a aposta na directora Rita Mbebe, que até a altura era adjunta, deve-se ao facto de trazer uma bagagem de gestão de uma unidade organizada e de acumular 5 anos de experiência no ensino à distância”, justificou o magnífico reitor.
No que se refere ao CRIL, o Magnífico Reitor afirmou que se pretende “dar vigor à utilização dos meios existentes na universidade. Uma vez que a Universidade é Politécnica, aposta fortemente no saber fazer. Os cursos de engenharia exigem mais de que os outros. Josefa Francisco Chiau tem formação nesta área técnica e será capaz de assegurar que os laboratórios serão adequadamente usados”, frisou.

Segundo a Prof.ª Irene Mendes a ESAEN tem por desafio potenciar três áreas prioritárias: incremento do corpo docente com doutoramento; formação psicopedagógica de docentes e desenvolvimento da pesquisa, investigação, bem como a sua internacionalização.
“A internacionalização necessita de ser potenciada através de intercâmbios, desde que haja mobilidade entre docentes e discentes de outras áreas quer nacionais ou estrangeiras”, referiu a nova directora da ESAEN.
Por sua vez, a Directora da ESA, Rita Mbebe, disse que o seu grande desafio para o cargo que lhe foi confiado é incrementar o número de estudantes que já terminou a parte lectiva. “O que pretendemos é reduzir o máximo os momentos presenciais e salvaguardar que a plataforma permita uma interacção cada vez mais eficiente entre o estudante e o tutor”.
Importa referir que foram condecorados com diplomas de mérito, durante o acto de empossamento dos novos quadros da ESAEN e da ESA, Prof.ª Rosânia da Silva e a Bach. Tatiana Cabaço, que segue para outros desafios.